O Serviço Social nos Cuidados de Saúde Primários – Doença Crónica

A fronteira entre situações clínicas e situações sociais, além de esbatida é também móvel, ou seja, dificilmente encontramos situações problemáticas com factores exclusivamente clínicos ou estritamente sociais, logo, a dimensão social, económica, cultural e relacional estão presentes nos processos de instalação da doença. Nenhum programa ou projecto do mais simples ao mais complexo, depende da intervenção profissional da área exclusivamente clínica ou exclusivamente social. O Serviço Social integra-se na proposta de acção interdisciplinar na prestação de cuidados de saúde. É na equipa multidisciplinar entendida como um espaço interactivo entre os diversos saberes, que o profissional Assistente Social utiliza o seu saber para a construção de respostas às necessidades do utente, ao integrar as diferentes perspectivas de abordagem, onde a preocupação está centrada na qualidade, na responsabilidade e na humanidade.

A doença crónica, como o é a diabetes, predispõe dificuldades psicossociais que interferem na vida da pessoa. A intervenção social traduz-se em diferentes níveis:

• Emocional (suporte emocional ao doente e familiares facilitando a expressão dos sentimentos e receios provocados pela doença; refere-se aos comportamentos que fomentam o bem-estar psicossocial – reconhecimento, respeito, empatia, afectos, e aspectos relacionais – para a melhoria das competências em situações de doença e a auto-vigilância)
• Instrumental (satisfação das necessidades básicas e incremento de estratégias de capacitação social)
• Informacional (orientações que ajudem a compreender e a enfrentar as mudanças causadas em situação de doença)

Uma abordagem integrada, pretendendo-se enfatizar a educação enquanto processo que visa contribuir para que os cidadãos sejam capazes de gerir a sua própria saúde de modo informado e, quando for caso disso, sejam capazes de gerir o seu processo de doença de forma mais autónoma.

Leia mais sobre a intervenção do Assistente Social na doença crónica aqui.

Emília Aparício
Outubro 2015

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s